Felipão terá crédito até quando?

Não sei se é mania de qualquer clube ou apenas do Palmeiras, mas haja paciência com os supostos ídolos.

Agüentar frangos ou seguidas contusões de São Marcos era completamente compreensível, pois os serviços prestados foram muitos.

Mas fazer o mesmo com alguns nomes é algo que me incomoda no Verdão.

O tal Kleber Gladiador era um desses idolatrados e que hoje o torcedor não quer ver nem pintado de ouro.

A paciência com o Mago Valdivia também já está se esgotando.

Mas e os créditos do técnico Felipão, será que não acabam não?

O treinador chegou no meio de 2010 e ainda não conquistou nenhum título.

Pior do que isso: ainda não fez uma grande campanha com o Palmeiras!

Em nenhum dos dois brasileiros que disputou colocou o Verdão na zona de classificação da Libertadores.

Foi eliminado da Sul-Americana de 2010 pelo Goiás, que naquele mesmo ano foi rebaixado no Brasileirão, e da Copa do Brasil de 2011 pelo Coritiba, com direito a goleada por 6 a 0.

Caiu no Paulistão de 2011 para o rival Corinthians e agora foi eliminado do estadual de 2012 pelo Guarani.

Afinal, será que o alto investimento em Felipão ainda vale? Na minha opinião, não!

O Palmeiras poderia contratar um técnico para ganhar menos da metade do que ganha o atual e na pior das hipóteses obteria os mesmos resultados.

E vale lembrar uma coisa.

Desde que foi campeão mundial com o Brasil em 2002, Felipão ganhou apenas um título: o campeonato nacional do Uzbequistão, em 2009!

Ai se fosse o Luxemburgo….

6 Respostas to “Felipão terá crédito até quando?”

  1. Wlamir Says:

    Por mim desde o ano retrasado!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Com 1/3 do que ele ganha se contrata um técnico bom e com o restante se contrata mais uns 4 jogadores de nível bom!!!
    A maioria da imprensa brasileira faz a cabeça dos ignorantes do país (falta educação e cultura para o povo), ganham presentinhos, jantares, $$$, e muitas outras coisas, de empresários, técnicos jogadores e etc… Com isso se obtém falsos ídolos e outros vivem de um passado já inexistente. Poucos tem o caráter, educação, cultura e respeito com o próximo (o povo) que você tem!!!!!!

  2. ODILON MARIO CARDOSO Says:

    MEU CARO GUSTAVO, APÓS A CONQUISTA DA COPA DO MUNDO O FELIPÃO GANHOU APENAS$$$$$$$ !!!

  3. Pedro Luiz Boscato Says:

    Felipão ficou marcado, marcado famosamente, no Palmeiras, pela conquista da Libertadores em 1999, foi um título inédito até então. Palmeiras foi o primeiro paulista a disputá-la, isso foi em 1961., Com dois técnicos famosos, Oswaldo Brandão e Luxemburgo, não conseguiu obteve sucesso, então, a velha obsessão, principalmente, depois que o São Paulo a conquistou, fez com que a mesma passasse a ter muito maior valor na rivalidade dos paulistas. Pela conquista em 1999, Felipão passou a ser idolatrado no Palmeiras. Tanto é verdade isso que, entrando em campo como adversário, dirigindo o Cruzeiro, a torcida do Palmeiras levantou e o aplaudiu. Muitos palmeirenses são favoráveis a Felipão, acham que o técnico não tem culpa alguma da situação. Na reaidade, analisando bem, Felipão é técnico e não milagreiro. Com o time e o elenco que o Palmeiras tem, jamais, em hipótese alguma, ele pode ser considerado favorito em nada. Em termos de Libertadores, por exemplo, cuja conquista em 1999 deixou Felipão ser idolatrado e para muitos a idolatria continua, a conquista foi marcante, principalmente, então, pelo fato de Oswaldo Brandão e Luxemburgo, com elencos melhores do que o de 1999, Brandão com a Segunda Academia, Luxemburgo na Era Parmalat, não conseguiram o tão almejado título, prova, então, evidente, para muitos, no que também não discordo, não poder ser atribuida a ele, Felipão, a responsabilidade pelos insucessos palmeirenses. Dissesse que Felipão tivesse um elenco a altura de competir de igual para igual com demais concorrentes na conquista de título, tudo bem, a responsabilidade poderia e bem, ser atribuida a ele. Mas, com o time e o elenco que o Palmeiras tem, pode-se exigir o que do técnico? Que ele reduza o salário para contratação de reforços?

  4. Pedro Luiz Boscato Says:

    O mais errado aí, Gustavo, foi contratar um técnico famoso, de ponta, para um time e elenco fraco. O que o técnico vai fazer, milagre? Está certo que o futebol de hoje, tecnicamente falando, comparando com outras épocas, decaiu e bem, os adversários não são também aquela fortaleza de outrora. Mas, com um elenco superlimitado, o que um técnico pode fazer? Isso já devia ter sido visto antes de contratá-lo. Sem qualquer pretensão em defesa dele e sim analisando com consciência o fato, o que o Felipão pode fazer, com um time e elenco que tem nas mãos? Muitos dirão, por que ele aceitou? É profissional, sabe-se lá, também, que promessas foram feitas para que ele assumisse? Quando, em 1958, o Palmeiras contratou Oswaldo Brandão, já tinha planos de montar um grande time e sair da fila em Campeonatos Paulista que era a principal competição na época. Brandão trocou de Parque, no Corinthians tinha ganho o título do IV Centenário, um dos mais importantes na época, Rio São Paulo, Taça dos Invictos tirou do Santos em 1956, conquistou a mesma em definitivo em 1957, esta era de suma importância para os corinthianos, sempre foi o grande objetivo. Nesse mesmo ano só perdeu as duas partidas finais do Paulista com o Corinthians ficando na terceira colocação, Santos na Vila Belmiro, 1×0, e São Paulo, na célebre Tarde das Garrafadas, 3×1, no Pacaembu. Mas Brandão era um técnico vencedor, também não trocaria de Parque na incerteza. Foi para o Parque Antártica, claro, sabendo da intenção do Palmeiras em formar grande equipe, na época também tudo era diferente lá, dinheiro não faltava, grandes dirigentes arregaçaram as mangas, o objetivo era sair da fila. Com a venda de Mazzola, então, para o futebol italiano, aí tudo melhorou de vez,. Foi montado um grande time, já em 1958 deu grandes alegrias à torcida, 1956 e 1957 era um time considerado saco de pancadas, em 1959 saiu da fila conquistando o Supercampeonato., em 1960 ganhou a Taça Brasil. Será, grandes promessas, também, não foram feitas ao Felipão? Não creio que ele iria assumir no escuro e, com o acerto nas bases, o ambiente dele com a coletividade palmeirense, até hoje idolatrado por muitos, óbvio, tudo contribuiu pelo aceite, não há como pensar de outra forma.

  5. Pedro Luiz Boscato Says:

    Gustavo, um outro detalhe, a respeito do Felipão, no que tange a conquista de nenhum título no Palmeiras: saiu uma crônica falando sobre o Muricy, seu trabalho, sua capacidade, suas conquistas. Então, não é um caso para se analisar e bem, servindo, inclusive, como defesa a Felipão? Muricy, no São Paulo, pode-se dizer, foi um vencedor. Muricy no Tricolor conquistou grandes títulos. Por essas coisas que acontecem no futebol, absurdos, inclusive, Muricy deixou o São Paulo e acabou indo depois para o Palmeiras. O Palmeiras, mesmo com um técnico vencedor como Muricy, não foi Campeão. Muricy deixou o Palmeiras, foi para o Flumiense e acabou sendo Campeão Brasileiro. Depois foi para o Santos, não precisa nem explicar, todo mundo sabe o que aconteceu, Muricy, novamente, um técnico vencedor. Resumindo: no único lugar por onde Muricy passou e não conquistou títulos foi no Palmeiras. Isso, não é para que seja analisado com mais cautela, observando todos os detalhes, em função da crise que atinge o Palmeiras, antes, de ser atribuida a Felipão, a não conquista de títulos pelo Palmeiras? Muricy, nos últimos tempos, por onde passou conquistou títulos, só no Palmeiras que não? Não á para ser olhado e bem esse aspécto?

  6. Pedro Luiz Boscato Says:

    Tite, outro caso que também serve de defesa para Felipão. Tite passou também pelo Palmeiras. Conseguiu o que no Palmeiras? E ainda fizeram onda contra ele. Tite foi Campeão no Grêmio, inclusive, naquela Taça Brasil, não recordo o ano, acho que 2001 ou 2002, dirigindo o Grêmio, enfrentando o Corinthians que tinha na época um tremendo esquadrão, vencendo a decisão no Morumbi. No Corinthians Tite foi Campeão Brasileiro, chega na final da Libertadores, resumindo, por onde passou fez bonito. Só onde não fez? No Palmeiras, um a mais a não fazer sucesso.
    Eu não estou querendo defender o Felipão, estou, isto sim, falando a realidade, Luxemburgo, Muricy, Tite, depois que deixaram o Palmeiras, conseguiram títulos, só no Palmeiras que não. Vai daí…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: