A Celeste Olímpica voltou!

Antes de se tornar o campeão da primeira Copa do Mundo, em 1930, o Uruguai encantou a Europa conquistando o ouro olímpico em 1924 e em 1928. E o futebol vistoso do time que envergava aquela bela camisa azul, rendeu aos uruguaios o apelido de Celeste Olímpica.

Em 1950, veio o Bi-mundial no conhecido e triste ‘Maracanazo’, 20 anos após a primeira conquista uruguaia com a chancela da FIFA. E outras duas décadas depois, um quarto lugar na Copa do México.

A partir daí, a bola uruguaia desceu a ladeira e o selecionado celeste deixou de ser respeitado pelos europeus e até pelos sul-americanos.

Não sou maluco de achar que o Uruguai apresentou um futebol vistoso na África do Sul, que encantou os torcedores nos estádios ou fez com que os telespectadores não mudassem de canal.

Mas posso afirmar, com absoluta certeza, que a raça, vontade e garra mostradas por Lugano, Forlán, Suárez e companhia devolveram o respeito à primeira seleção campeã mundial de futebol.

A Celeste Olímpica voltou!

E quem duvidar, que pergunte aos finalistas holandeses…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: