Não ao 4-3-3 do Corinthians 100%

O Corinthians venceu o Fluminense, no Pacaembu, pela contagem mínima e continuou na ponta da tabela do Brasileirão 2010 com nove pontos conquistados em nove possíveis. Só que em nenhuma das três vitórias o Timão mostrou um futebol convincente. Muito menos na partida de ontem, contra o time carioca.

Mano Menezes retomou o 4-3-3 do vitorioso primeiro semestre de 2009, mas já não sei se esse é o melhor esquema para o Alvinegro, principalmente pelas ‘peças’ que vêm sendo utilizadas pelo treinador.

Analisando o 1 a 0 contra o Fluminense (confira acima), Moacir e Souza foram os substitutos naturais de Alessandro e Ronaldo. Mas e o meio-campo formado por três volantes? Elias tem um bom passe e uma boa saída de bola, mas no máximo pode ser um segundo volante. Nunca um meia!

O Corinthians até tentou, mas ninguém conseguiu substituir Douglas na parte central do ataque alvinegro. Nem Defederico, nem Danilo, nem Tcheco…

Outro detalhe que me faz pensar que o 4-3-3 do ano passado não é a melhor escolha para esse Corinthians de 2010 é que na equipe campeão da Copa do Brasil, André Santos era o lateral-ala que jogava pela esquerda e hoje quem faz essa função é Roberto Carlos.

São dois grandes jogadores, mas com características bem diferentes. Apesar do vigor físico e dos chutes potentes, o baixinho de 37 anos é muito menos ofensivo do que o hoje jogador do Fenerbahce.

Pra mim, o melhor esquema para o Corinthians de hoje é um 3-4-3 com um meio campo formado por Danilo, Ralf, Elias e Alessandro.

Dentinho, Ronaldo e Jorge Henrique continuariam na frente e Roberto Carlos faria um papel de terceiro zagueiro pela esquerda, como fez inúmeras vezes em seus tempos de Real Madrid.

4 Respostas to “Não ao 4-3-3 do Corinthians 100%”

  1. Ednilson Says:

    Caro jornalista,

    Não adianta o sr. colocar o Danilo neste posicionamento. Foi o mesmo que Mano fez no início deste ano e não deu certo. O ex-meia são-paulino não sabe atuar como ala e nem fazer o overlaping. Acredito que o falso meia soneca deveria atuar entre Ralf e Dentinho na intermediária ofensiva. Mais ou menos como era o 1 do Zagallo.

  2. Fernando Coleti Says:

    É uma situação complicada. Concordo que esse meio-campo atual do Mano é pouco criativo. Talvez compense pela força do trio ofensivo. Mas é pocuo.

    Danilo e Tcheco são muito “regulares”. Bons jogadores, mas falta brilho.

    O Douglas era o oposto. Sumia as vezes, mas desequilibrava em várias.

    O Corinthians tem o Bruno Cesar, que ainda não foi testado. Creio que seja a última carta na manga do Mano. Vamos ver no que dá.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: