Belluzzo e a interminável crise do Verdão

 

O Palmeiras ficou em décimo no Paulistão, foi eliminado da Copa do Brasil pelo Atlético Goianiense e fez contra o Vasco da Gama uma das piores partidas que o torcedor viu nos últimos anos.

Após confusão no dia seguinte ao modorrento 0 a 0 contra o time carioca, o técnico Antônio Carlos e o atacante Robert se desentenderam. O treinador já foi demitido e parece que o mesmo será feito com o atleta.

Dizem que o recém contratado Ewerthon (ex-Corinthians) e o zagueiro Maurício Ramos também estavam envolvidos na confusão, mas suas punições ainda não foram definidas.

Agora me digam uma coisa: o Palmeiras virou ‘terra de ninguém’?

No ano passado, Toninho Cecílio se destemperou após a derrota para o Fluminense e bradou contra o árbitro Carlos Eugênio Simon. Logo, foi desligado do clube.

O presidente Belluzzo, tão respeitado por sua educação e intelectualidade, fez pior e ameaçou o apitador gaúcho dizendo que se o encontrasse na rua lhe daria “umas palmadas”.

Dias depois, o matador Obina e o zagueiro Maurício trocaram sopapos no intervalo da partida contra o Grêmio e ambos foram para o olho da rua.

Sem falar nos torcedores que agrediram Vagner Love e que fizeram a diretoria ‘deixá-lo sair’ para marcar seus gols no Flamengo.

Esse ano o técnico Muricy Ramalho, que foi contratado a peso de ouro e como ‘salvação do Verdão’, foi demitido após a derrota por goleada para o São Caetano dirigido pelo próprio Antônio Carlos.

E Diego Souza, tido e havido como grande jogador, foi ‘liberado’ pelo clube após desentendimento com a torcida verde.

Não quero saber quem será o novo técnico do Palmeiras, mas sim quem será o próximo a ser demitido!

Não quero saber quem será o substituto de Robert, mas sim quem será o próximo a ‘sair na mão’ com alguém do elenco!

Não quero saber quem virá para o lugar do Diego Souza, mas sim quem será o próximo jogador a ser mandado embora após ‘birrinha’ de torcida!

Senhores, o problema do Palmeiras está na diretoria e na politicagem! Não adiante trocar técnico, jogador e diretor de futebol!

É hora do intelectual Belluzzo voltar para seus afazeres de economista, pois no futebol acabou trocando os pés pelas mãos e jogando fora uma esperança que se tornou ‘mesmice’.

Infelizmente! Para o Palmeiras e para o futebol brasileiro…

14 Respostas to “Belluzzo e a interminável crise do Verdão”

  1. felipealva Says:

    A questão agora é saber quando o próximo técnico do Palmeiras será demitido.

    Ah, e o Verdão está virando um Botafogo. Ou melhor, já virou.

    Os dois times já foram vencedores.

    Os dois ganharam algo importante pela última vez na década de 90.

    Os dois já caíram para a Série B.

    Os dois quase voltaram.

    Os dois já chegaram a disputar o título brasileiro e decepcionaram no fim.

    Os dois trocam muito de treinador.

    Os dois já não assustam mais ninguém.

  2. gustavogrohmann Says:

    Mais dez anos nessa toada e a coisa ficará feia de vez…

  3. ODILON MARIO CARDOSO Says:

    BOM DIA GUSTAVO, SOU TORCEDOR DO SPFC, PORÉM VOU DAR MEU PITACO SOBRE O SR. BELLUZZO, ELE NÃO É DO RAMO, SEU TIME DE MUITAS GLÓRIAS E TRADIÇÃO NÃO MERECE TANTO VEXAME, MEUS AMIGOS PALMEIRENSES E TB PALMEIRISTAS ESTÃO ENVERGONHADOS DA FORMA COMO O CLUBE ESTÁ SENDO DIRIGIDO

    ABRAÇO

    ODILON

  4. ODILON MARIO CARDOSO Says:

    AGORA NÃO CONCORDO COM VC, A ECONOMIA ESTÁ CAMINHANDO MUITO BEM!!!!

    ABRAÇO

    ODILON

  5. Pedro Luiz Boscato Says:

    Surpreendente mesmo, o que anda acontecendo no Palmeiras. Não dá para entender, um caráter como o Belluzzo, além de caráter, sua competência, sempre digno de respeito e admiração, com ele na Presidência, o clube passar por tamanha conturbação. Deve ter muita coisa por trás disso. Não é possível, com um homem como Belluzzo na direção, as coisas chegarem ao ponto que chegou. Não dá para entender…

    • gustavogrohmann Says:

      Só posso concluir que a paixão pelo Palmeiras aflorou o lado torcedor de Belluzzo e tornou o educado e competente economista num destemperado e agressivo dirigente…

  6. Pedro Luiz Boscato Says:

    Tenho minhas dúvidas se a paixão teve influência no comportamento do Belluzzo, Gustavo, ele foi sempre muito equilibrado. Aquele fato na sede da Mancha Verde falando em “matar os bambis”, aquilo foi mais uma brincadeira por parte dele e explorada com muita maldade. Aproveitaram a deixa, ele entrou de inocente nessa, entrou de gaiato, como se diz na gíria. Errou, errou feio, jamais deveria brincar daquele modo, deveria saber que maldade existe em tudo e aquilo poderia trazer comprometedoras repercussões. O Vicente Matheus, na época que estava virando uma guerra o batismo de porco nos palmeirenses, está certo que foi num programa de TV, mas, quando tocaram no assunto, velho Matheus tirou de letra, saiu fora, não entrou na provocação, não entrou de gaiato, como se diz na gíria.

    • gustavogrohmann Says:

      Mas um cara da educação, estirpe e intelectualidade dele não pode fazer isso, principalmente para um público como aquele. Pode ter certeza de que se um grupo de torcedores palmeirenses sai de lá e encontra um são-paulino na rua, eles batem até a morte! Sem falar nas ameaças de agressões ao Carlos Eugênio Símon…

  7. Pedro Luiz Boscato Says:

    No tocante ao Simon, de fato, ele se perdeu mesmo, não deveria ter falado o que falou, ali falou sendo entrevistado. Agora, na sede da Mancha, brincadeira infeliz, nada mais do que isso. Ele mesmo explicou depois, se desculpou, os próprios dirigentes do São Paulo o conhecem, sabem do seu caráter, não levaram a sério isso, pelo menos foi dado a entender. Eu acho que, infelizmente, ele pegou o Palmeiras numa hora errada, daí todas essas complicações.

  8. gustavogrohmann Says:

    Também acho que foi uma brincadeira… e MUITO infeliz, por sinal… Mas você não concorda que se o grupo de palmeirenses que ouviu o “grito de guerra” entoado por Belluzzo encontrasse um são-paulino na rua poderiam agredí-lo até a morte?

  9. Pedro Luiz Boscato Says:

    Infeliz e MUITO ele foi mesmo, Gustavo, pelas circunstâncias depois. Acho, jamais, ele poderia imginar, houvesse alguém filmando e explorado tremendamente o fato. Agora, quanto a agressões, independente de declarações infelizes de Belluzzo ou de quem quer que seja, é lamentável mas verdade, coisa mais comum é torcedores de um time vendo de outros, principalmente, só ou em menor número, partindo para agressões, maioria é covardia, sempre. Acho que a Secretaria da Segurança Pública é quem deveria tratar com mais atenção disso e agir como deveria acabando com os cafagestes e covardes. É que, infelizmente, também, a Polícia, hoje, não pode agir como manda o figurino. Veja, por exemplo, brigas em estádios, raramente aparece um torcedor agredindo um Policial, porém, estes agindo como manda o figurino, aí a imagem é explorada, o Policial fica sujeito até a penalidades, lamentavelmente. Resumindo: enquanto continua dando-se moleza, a bagunça cresce mesmo, sem dúvida.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: