A farra dos brasileiros que vão e logo querem voltar

Está estampado do ‘Lance!’ de hoje: André Dias pode retornar ao São Paulo depois da Copa do Mundo! Sorte do Tricolor, pois caso permaneça com Miranda e Alex Silva, formará uma excelente zaga para o segundo semestre de 2010. Mas é algo para se pensar.

Não me conformo com a enxurrada de jogadores tupiniquins que se despedem de seus times, algumas vezes por contratos milionários, e poucos meses depois tentam retornar ao Brasil. E muitos, com sucesso!

Rapidamente lembro de Douglas, Souza, Thiago Ribeiro, Alex Silva, Thiago Neves, André Lima, Diego Souza, etc.

Eles alegam ‘dificuldades de adaptação’ das mais variadas. Clima, comida, idioma… Será que não pensam um minuto sequer nas tais ‘dificuldades’ antes de firmar um acordo para sair do país?

“Eu vou para o clube feliz, treino e, quando chego em casa, minha esposa está triste, meu filho está triste, toda hora falando que quer voltar para o Brasil. Aí fica complicado para que eu possa render”, disse André Dias, em entrevista ao ‘Lance!’.

A ideia é que a Lazio empreste o jogador para o São Paulo depois do Mundial da África do Sul. Alguém pode me explicar qual é a vantagem do time italiano, que acabou de contratar o jogador e paga os seus salários em dia?

Se ainda fosse um jovem, eu até entenderia e cogitaria a possibilidade do empréstimo para “adquirir experiência”. Mas no caso de André Dias, se a Lazio não utilizar os seus ‘serviços’ agora, vai utilizar quando? Afinal, ele já tem quase 31 anos e não é mais um daqueles jovens zagueiros que terão muitas temporadas pela frente.

Acho que os jogadores brasileiros que saem para o exterior devem refletir melhor antes de assinar qualquer contrato. Principalmente aqueles que são casados e têm filhos ou que estão prestes a se encaminhar para um lugar 95% diferente do Brasil.

Caso contrário, os craques brasileiros ficarão com fama de revoltos e problemáticos na Europa.

Se é que já não estão…

Foto: VIPCOMM

10 Respostas to “A farra dos brasileiros que vão e logo querem voltar”

  1. Tufano Says:

    Pois é…
    mas sei lá, muitas vezes os próprios jogadores não querem sair, mas por pressão de terceiros acabam sendo um pouco forçados…

    • gustavogrohmann Says:

      Sim. Concordo. Mas muitas vezes também eles são os que mais querem sair. Lembra o que Robinho fez para conseguir sair do Santos? E agora fez tudo para voltar e está fazendo tudo para ficar. Que coisa, né!?!

  2. Felipe Pereira Says:

    E olha que o André está em Roma, que não um cidade tão difícil de se adaptar assim.

  3. gustavogrohmann Says:

    Garanto que eu estaria muito bem adaptado…

  4. Ednilson Valia Says:

    Caro Jornalista,

    Como vossa senhoria odeia o Robinho. O que ele fez para sair do Santos? Ele abriu de US$ 20 milhões de dólares para sair do Peixe. Foi isso que fez o “craque” eternamente perseguido pelo senhor. Sobre o exôdo de jogadores, é claro que é muito fácil para eles. Vão, recebem as luvas, depois não querem mais cumprir o contrato e forçam a saída para o Brasil. Chegando aqui, ainda querem receber a mesma quantia que lá fora. Esperto é o gato que nasce de bigode.

    • gustavogrohmann Says:

      Pois o “craque” Robinho SUMIU durante um mês para obrigar o Santos e vandê-lo…. Não se esqueça disso…. Além de ter brigado para sair do Real Madrid e brigado também para deixar o Manchester City….

  5. Pedro Luiz Boscato Says:

    É um negócio bastante esquisito, isso, Gustavo. Antigamente, época de Julinho Botelho, por exemplo, o jogador ia para o exterior, fazia um contrato de três anos e depois tinha passe livre. Julinho retornou ao Brasil mas cumpriu fielmente o seu contrato, deixando, inclusive, de ganhar verdadeira fortuna para fazer novo contrato. Depois foi alterado o sistema mas não dá para entender, jogador hoje em dia vai e daqui a pouco volta. Não acha que deveria ter uma cláusula, uma multa contratual o contrato não sendo cumprido? Fatalmente, assim sendo, o jogador pensaria bem mais antes de decidir se transferir. Algo deve haver por trás disso tudo, não é de se acreditar, os clubes europeus, principalmente, gastarem o que gastam para depois não ter o jogador como pretendiam, é ou não é? Futebol, em que pese muitos não acreditarem e provar também é meio complicado se bem que não impossível, sempre teve maracutáias. De uns tempos para cá, com empresários, estes, para muitos, laranjas de cartolas, deitando e rolando, nada é surpresa, daí o pensamento: será, algo mais por trás de tudo, não tem?

    • gustavogrohmann Says:

      A multa no contrato até tem… o problema é que os jogadores “forçam” o empréstimo, ou a venda definitiva… Fazem “biquinho”, não treinam, etc… Aí a fama dos brasileiros não vai ficando das melhores…

  6. ze Says:

    nao sei….mas acho que a vontade do jogador fica em segundo plano quando se tem um empresario por tras… fora o fato de que a maioria vem de familia simples e acaba se vendo na oportunidade de ter e de dar a seus filhos coisas que ele proprio nunca teve.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: